PRÁTICAS ALIMENTARES E ESTADO NUTRICIONAL DE POPULAÇÃO ATENDIDA EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

Luciana Galve Alleo, Sônia Buongermino de Souza, Sophia Cornbluth Szarfarc

Resumo


INTRODUÇÃO As práticas alimentares da população refletem no estado nutricional. OBJETIVO Identificar o estado nutricional de mães e crianças no 1o ano de vida e suas práticas alimentares. METODOLOGIA Estudo transversal desenvolvido em 8 Unidades de Saúde (2 UBS e 6 ESF) entre 122 crianças com até 1 ano de idade e suas respectivas mães. Peso e altura das mulheres foram obtidos no momento da entrevista (referidos) e dos prontuários, e os das crianças foram mensurados na consulta de puericultura. O consumo alimentar foi obtido por meio de entrevistas. RESULTADOS Arroz, feijão e pão foram consumidos diariamente enquanto o macarrão tem um consumo semanal. Frutas, verduras e legumes (FVL) apareceram com baixa frequência. Enquanto metade das mulheres apresentou excesso de peso, 16% das crianças estavam com déficit de peso. CONCLUSÕES A alimentação da população estudada é similar à descrita para o Brasil: arroz/feijão, carnes e pão, e FVL são consumidos raramente. A prevalência expressiva de excesso de peso materno provavelmente decorrente da alimentação pobre em micronutrientes e rica em calorias, se mantida, certamente, irá comprometer o desenvolvimento infantil e favorecer a mudança do atual quadro de desnutrição para excesso de peso.


Palavras-chave


alimentação familiar, serviços públicos de saúde, estado nutricional de crianças, estado nutricional de mulheres.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22421/1517-7130.2015v16n1p31

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 Espaço para a Saúde 
Av. Iguaçu, 333 . Rebouças
Curitiba/PR Brasil
CEP: 80230-020
Tel: +55 (41) 33101500

Email: espaco-saude@fpp.edu.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional