Análise do acolhimento na estratégia saúde da família de Sobral/Ceará: discurso do sujeito coletivo de enfermeiros

Nara Luana Trajano Aguiar, Marcos Aguiar Ribeiro, Izabelle Mont’Alverne Napoleão Albuquerque, Héryca Laiz Linhares Balica, Nayana Cintia Silveira

Resumo


A Política Nacional de Humanização é composta de diretrizes, dentre elas o acolhimento, que se configura como um dispositivo, fornecendo espaços de escuta e recepção, garantindo o acesso universal e a construção de vínculo. Desse modo, objetiva-se analisar a dinâmica do acolhimento em uma macroárea da Estratégia Saúde da Família do município de Sobral-Ceará, a partir da percepção do enfermeiro. Trata-se de uma pesquisa do tipo exploratório-descritivo com abordagem qualitativa. Os participantes do estudo foram 18 enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde do Sistema Municipal. A coleta das informações deu-se por meio de uma entrevista semiestruturada e os dados foram processados pormeio do Discurso do Sujeito Coletivo. Tem-se, então, o acolhimento como proposta para modificar a logicidade da sistematização e remodelar o trabalho em saúde. O estudo evidenciou que a maioria dos enfermeiros possui conhecimentos a respeito da importância e relevância do acolhimento, contribuindo para uma assistência de qualidade.

Palavras-chave


Acolhimento; Enfermagem; Estratégia Saúde da Família.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 Espaço para a Saúde 
Av. Iguaçu, 333 . Rebouças
Curitiba/PR Brasil
CEP: 80230-020
Tel: +55 (41) 33101500

Email: espaco-saude@fpp.edu.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional