Absenteímo na atenção secundária e suas implicações na atenção básica

Anemarie da Silveira Bender, Leandro Ribeiro Molina, Ana Lúcia Schaefer Ferreira de Mello

Resumo


Este trabalho é um estudo exploratório quali-quantitativo com objetivo de identificar fatores relacionados às ausências de usuários nas consultas especializadas referenciadas por uma Unidade Básica de Saúde e sua implicação para a Atenção Básica (AB). Foram analisados relatórios de produtividade e realizadas 28 entrevistas com usuários e trabalhadores de saúde. Utilizou-se a técnica de Análise de Conteúdo. Definiram-se como indicadores a descrição do processo de referenciamento, os motivos do absenteísmo, os reflexos na AB e sugestões. O percentual geral de ausências alcançou 34,4%, concentrando-se em algumas especialidades. O fator explicativo referido como preponderante para as faltas foi a vulnerabilidade social. Foram considerados fatores contribuintes o tempo de espera para a consulta e a omissão dos usuários em manter seus contatos atualizados. Como conseqüência, há um aumento na repetitividade das ações da AB, gerando ônus ao Sistema.


Palavras-chave


Absenteísmo; Atenção à Saúde; Saúde da Família; Atenção Básica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22421/1517-7130.2010v11n2p56

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 Espaço para a Saúde 
Av. Iguaçu, 333 . Rebouças
Curitiba/PR Brasil
CEP: 80230-020
Tel: +55 (41) 33101500

Email: espaco-saude@fpp.edu.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional