Transporte intra/extra-hospitalar de crianças: implicações da equipe de enfermagem

Maressa Bomfati, Debora Maria Vargas Makuch, Etiene Bento dos Santos, Andréia Lara Lopatko Kantoviscki

Resumo


Para a efetivação de um cuidado seguro, é fundamental padronizar ações nas instituições de saúde; a necessidade de transporte do paciente durante o seu internamento, demanda da equipe um bom planejamento para minimizar os riscos. Objetivo: identificar como é realizado o transporte intra/extra-hospitalar de crianças/adolescentes de um hospital pediátrico de Curitiba. Método: estudo observacional descritivo, de abordagem quantitativa. Aplicou-se um check-list para cada transporte pediátrico observado, totalizando 100 transportes. O estudo evidenciou que 18% dos transportes foram realizados de forma segura, 93% foram planejados e classificados pelo(a) enfermeiro(a) do setor, a equipe de transporte foi definida pelo(a) enfermeiro(a) em 94% dos transportes, e 99% estavam com os equipamentos adequados e com boas condições técnicas. Conclui-se que, abordando a segurança do paciente em prol de uma assistência segura e de qualidade, propõe-se a elaboração de um protocolo institucional de transporte de paciente pediátrico.


Palavras-chave


Transporte de Pacientes. Pediatria. Segurança do Paciente. Enfermagem

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 Espaço para a Saúde 
Av. Iguaçu, 333 . Rebouças
Curitiba/PR Brasil
CEP: 80230-020
Tel: +55 (41) 33101500

Email: espaco-saude@fpp.edu.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional