Perfil da automedicação em população residente de Arapongas, Paraná

Edmarlon Girotto, Douglas Bueno de Souza Matos, Jamile Maria de Oliveira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi investigar o perfil da automedicacao e os fatores associados a esta pratica na populacao residente do municipio de Arapongas, Parana. Este estudo, de base populacional, teve delineamento transversal, sendo realizado por meio dos setores censitarios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE). Assim, a partir de uma amostra de 425 individuos, aplicou-se um formulario para a obtencao de dados socioeconomicos e demograficos, situacao de saude, acesso aos servicos de saude e consumo de medicamentos, os quais foram considerados apenas quando apresentada bula, embalagem ou prescricao do mesmo, sendo o periodo recordatorio de sete dias. Neste trabalho, a automedicacao foi definida como o consumo de medicamentos sem a prescricao de um profissional habilitado: medico ou odontologo. Para a analise estatistica, empregou-se o teste qui-quadrado ou exato de fisher. Dentre os 197 individuos avaliados quanto a pratica da automedicacao, observou-se uma prevalencia desta em 13,7% dos entrevistados. Foram utilizados 31 medicamentos a partir desta pratica, com os analgesicos, anti-inflamatorios e antirreumaticos os principais subgrupos terapeuticos identificados.


Palavras-chave


Automedicação; Farmacoepidemiologia; Medicamentos; Estudos de prevalência;



DOI: http://dx.doi.org/10.22421/1517-7130.2010v11n2p29

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 Espaço para a Saúde 
Av. Iguaçu, 333 . Rebouças
Curitiba/PR Brasil
CEP: 80230-020
Tel: +55 (41) 33101500

Email: espaco-saude@fpp.edu.br
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional